A Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus foi fundada no dia 01/01/2004, é uma associação privada de fiéis de direito Diocesano, no contexto das novas comunidades de vida e aliança, aprovada dia 19/11/2009, inserida na arquidiocese de Natal, na região da Paróquia São Pedro Apóstolo. A Fraternidade é composta por fiéis, leigos e clérigos. É para a Igreja e busca adaptar-se aos diferentes contextos sem nunca deixar de propor a todos: a consagração a Jesus a Sabedoria Eterna e Encarnada, por Maria Santíssima, pelo método Monfortino.

 

Fundadores
César Augusto Saraiva de Carvalho - 30/12/1967 - (84) 9982-2846
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mara Lúcia Figueirêdo Vieira de Carvalho - 04/07/1972 - (84) 9402-1892
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Casados há 26 anos, médico e pedagoga, duas filhas.
Como cristãos da Igreja Católica buscam a santidade de vida através da consagração a Jesus pelas mãos da Virgem Maria, segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort. Obedientes a profecia ensinada pelo apóstolo de Maria e da Cruz, tornam-se apóstolos dos últimos tempos.

 

Co-Fundador
Pe. Flávio Jeronimo do Nascimento (In Memoriam)
Natural de Mamanguape/PB, nascido em 12/11/1926 e falecido em 02/03/2005 em Natal/RN. Foi ordenado sacerdote em 1954, concluindo o doutorado em Direito Canônico na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma - Itália.

A ele foi inspirado o nome de nossa Fraternidade. Durante 50 anos de seus sacerdócio anunciou a Consagração, sendo o maior incentivador da necessidade de publicações sobre a Virgem Maria e inspirador de cursos para a Consagração coletiva.

Carisma
Fazer Maria Santíssima mais conhecida e amada, através da vivência do evangelho como escravos de amor de Nossa Senhora, anunciando a volta gloriosa e o reino de Jesus.

Palavra Fundante
"Ninguém te despreze por seres jovem. Ao contrário, torna-te modelo para os fiéis, no modo de falar e de viver, na caridade, na fé, na castidade. Enquanto eu não chegar, aplica-te à leitura, à exortação, ao ensino. Não negligencies o carisma que está em ti e que te foi dado por profecia, quando a assembléia dos anciãos te impôs as mãos. Põe nisto toda a diligência e empenho, de tal modo que se torne manifesto a todos o teu aproveitamento. Olha por ti e pela instrução dos outros. E persevera nestas coisas. Se isto fizeres, salvar-te-ás a ti mesmo e aos que te ouvirem." (I Tim 4, 12-16)

Santos Baluartes
São Luis Maria Grignion de Montfort,
São Simão Stock
Santo Cura D'Ars.
Além de dois intercessores, São José e São Miguel Arcanjo.

História da Fundação

O Casal César Augusto Saraiva de Carvalho, (médico) e Mara Lúcia Figueirêdo Vieira de Carvalho (Pedagoga), casados em 1991, naturais e residentes na cidade de Natal, tendo 02 filhas: Carolie (1992) e Camille (1994) fizeram no ano de 2000 o seminário de Vida no Espírito santo na Comunidade de Casais Vida Nova, onde caminharam até 2003.

Em 2001, veio de Montes Claros, Minas Gerais, a Comunidade Católica Boanerges para pregar um encontro na Comunidade Vida Nova. Na convivência com estes pregadores, o casal fundador conheceu a "consagração", que pode ser feita livremente a Jesus por meio de Maria Santíssima; divulgada por São Luís Maria Grignion de Montfort. Esta consagração, que também é chamada de "escravidão de amor" à Santíssima Virgem, tem vários significados: imitar, pertencer a Maria, ter uma atitude permanente de confiança Nela , dando-lhe seu corpo e sua alma, seus bens interiores e exteriores, e até mesmo o valor de suas boas obras passadas, presentes e futuras, para que Nossa Senhora delas disponha, para maior glória


de Deus, no tempo e na eternidade. Nossa Senhora, como Mãe excelsa, obtém em troca, para seus "escravos de amor", as graças de Deus que elevem as inteligências deles até a compreensão lucidíssima dos mais altos temas da Fé, que dêem às vontades deles uma força angélica para subir livremente até esses ideais, e para vencer todos os obstáculos interiores e exteriores que a eles indebitamente se oponham.

Em março de 2002, dia da Anunciação do anjo, a Virgem Imaculada, recebeu mais uma escrava, Mara. Na festa da Assunção do corrente ano, César também consagrou-se a RAINHA DO CÉU. Agora, além de buscarem viver os Conselhos Evangélicos da pobreza, obediência e castidade, ofereciam todos os bens espirituais a grande TESOUREIRA DAS GRAÇAS. Como escravos de amor, os dois prosseguiram sendo Dela.

Momentos passaram de dificuldades e incompreensões decorrentes do não conhecimento do povo a respeito desta consagração. Apesar que o mais destacado fiel dessa poderosa devoção foi em nossos tempos o Papa João Paulo II, cujo lema "Totus Tuus", que quer dizer "Todo teu Maria", foi a base de todo o seu pontificado.

As vidas de César e Mara passaram a ser regidas por uma frase dita a Lúcia, na aparição de Fátima: "Jesus, a Sabedoria Encarnada, quer servir-se de ti, para fazer Maria Santíssima mais conhecida e mais amada". Com base neste lema, tiveram o entendimento que a Sabedoria também queria servir-se deles para fazer sua Mãe mais conhecida e mais amada. Fazia-se necessário levar o conhecimento da vida da Mãe de Deus as pessoas. Para que, estas, verdadeiramente e intimamente, crêssem que a Virgem Maria é a TERRA BENDITA E SACERDOTAL, por ter dado a luz o Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote.

Assim avançaram, numa forma individual e discreta, a propagar para outras pessoas esta Consagração. Ao longo do tempo, inspirados por Deus a estarem a serviço da Igreja para divulgar os ensinamentos do magistério à respeito desta Consagração a Jesus por Maria, perceberam que já estavam vivendo este chamado, mas por força do apostolado, entenderam que havia a necessidade de uma organização, de um local onde as pessoas envolvidas, que identificavam-se com este anúncio, se encontrassem, fossem acompanhadas e pudessem ser formadas para o desempenho da santidade.

Segundo o testemunho deles: Orando e na escuta a Deus, foi revelado a passagem encorajadora para a missão: (I Tm 4, 12-16): "ninguém te despreze por seres jovem. Ao contrario, torna-te modelo para os fiéis, no modo de falar e de viver, na caridade, na fé, na castidade. Enquanto eu não chegar, aplica-te à leitura, à exortação, ao ensino. Não negligencies o carisma que esta em ti e que te foi dado por profecia, quando a assembléia dos Anciãos. impôs as mãos. Põe nisto toda a diligência e empenho, de tal modo que se torne manifesto a todos o teu aproveitamento. Olha por ti e pela instrução dos outros. E persevera nestas coisas. Se isto fizer, salvar-te-ás a ti mesmo e aos que te ouvirem."

Apoiados pela Comunidade Católica de Casais Vida Nova conheceram o Pe. Flávio Jerônimo do Nascimento, diocese de Mossoró RN, escravo de amor há mais de 50 anos, que dedicava a sua vida inteiramente nesta devoção. Estiveram sendo acompanhados em orações pela profetisa Dona Francisca da Comunidade Maria Auxiliadora dos Cristãos, a qual reconhece o carisma fundante. Foi também confirmado, por Washington, fundador da comunidade Boanerges. Perceberam assim, que estavam grávidos. "Grávidos" do amor da Mãe de Deus. Como em toda gravidez, existiram momentos de alegria e de temor, com a proteção do Altíssimo, tudo desabrochou em VIDA.

Em 1º de janeiro de 2004, dia da VIRGEM MÃE DE DEUS, na missa e benção da Instalação da Mater. Dei Gráfica e Editora, se responde a Deus Pai, Filho e Espírito Santo, o pedido de tornar a sua Filha, Mãe e Esposa, mais conhecida e mais amada. Nasce nesta noite a Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus. E como a jovem Maria disse, César e Mara também afirmaram: "Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra".

Como fundadores César Augusto Saraiva de Carvalho e Mara Lúcia Figueirêdo Vieira de Carvalho, como um socorro de Deus, recebe o chamado de co- fundador, Pe. Flávio Jerônimo do Nascimento. Na cerimônia definem o que vem a ser a Fraternidade. "Convivência como de irmãos". O amor que sentimos pela Mãe Imaculada não podia mais ser vivido apenas ao nível pessoal, mas também numa dimensão comunitária e fraternal.

A Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus, em sua identidade vem a ser uma iniciativa que reúne em torno da TESOUREIRA DAS GRAÇAS os corações de todas as partes, independentemente de seus estados de vida para compartilharem suas experiências de fé e fundamentarem seus conhecimentos numa proposta concreta de espiritualidade: consagração a Jesus Cristo por meio de Maria Santíssima. Esta espiritualidade dedica-se totalmente a missão: a volta gloriosa de Jesus, preparada pela Virgem Maria.